Principais pontos turísticos(RS)

24 06 2009

•  Praia da guarita

A bela Praia da Guarita na cidade de Torres, litoral gaúcho.
No centro, a Torre da Guarita que dá nome à praia e integra um impressionante complexo de formações rochosas.
A região, que já foi habitada por índios carijós, minuanos e arachanes, é hoje um pólo turístico do Rio Grande do Sul.

guarita_alto

•São Miguel das Missões

No século 17, as missões jesuíticas fundaram 30 povoados na América do Sul, na região onde hoje fazem fronteira o Brasil, a Argentina e o Paraguai.
Traduziam os esforços dos padres jesuítas para conversão, à fé cristã, dos índios guarani. Sete povoados localizavam-se no atual território brasileiro, região oeste do Rio    Grande do Sul. Hoje existem ruínas de apenas quatro:

São Miguel, a antiga capital das missões, São Nicolau, São João Batista e São Lourenço.
No século 18, Portugal e Espanha exigiram, por questões políticas, que as missões
fossem abandonadas. Com a recusa dos jesuítas e dos índios guarani, teve início a Guerra Guaranítica. Os povoados foram dizimados. As ruínas de São Miguel são as mais bem preservadas.
No passado, o local chegou a abrigar mais de 6 mil índios.

São Miguel das Missões

•Cascata do Arroio Caçador, em Canela

Esta magnífica cascata fica no Parque da Ferradura em um canyon com mais de 400 metros de profundidade, em Canela, Serra Gaúcha.

Picture 608

São Miguel das Missões

No século 17, as missões jesuíticas fundaram 30 povoados na América do Sul,
na região onde hoje fazem fronteira o Brasil, a Argentina e o Paraguai.
Traduziam os esforços dos padres jesuítas para conversão, à fé cristã,
dos índios guarani.Sete povoados localizavam-se no atual território brasileiro,
região oeste do Rio Grande do Sul. Hoje existem ruínas de apenas quatro:
São Miguel, a antiga capital das missões, São Nicolau, São João Batista e São Lourenço.
No século 18, Portugal e Espanha exigiram, por questões políticas, que as missões
fossem abandonadas. Com a recusa dos jesuítas e dos índios guarani, teve início
a Guerra Guaranítica. Os povoados foram dizimados.
As ruínas de São Miguel são as mais bem preservadas.
No passado, o local chegou a abrigar mais de 6 mil índios.

About these ads

Ações

Information

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: